Ferramentas de encadernação da Corrupiola

Nossos produtos são exclusivos, com baixa tiragem e produzidos um a um com o máximo de cuidado. Nosso processo de produção é completamente manual e passa por diversas etapas como o corte do papel, dobra, costura, prensagem… E para executar essas funções utilizamos ferramentas simples e práticas, como um berço de madeira e um gabarito para furar os cadernos, além de um furador desenvolvido especialmente para as nossas necessidades. E agora, com exclusividade, resolvemos disponibilizar nossas próprias ferramentas, as mesmas que utilizamos há mais de 7 anos na Corrupiola e também são utilizadas por nossos alunos em nossos cursos de tipografia e encadernação:

O Berço para furar cadernos tipo brochura é uma peça super robusta produzida manualmente em nossa oficina com madeiras de lei. Pintado com uma leve camada de selador transparente para mostrar toda a beleza da madeira. Medindo 25cm e pesando 700gr, nosso berço tem o tamanho ideal para a maioria dos projetos de encadernação, do amador ao profissional. Para pequenos cadernos, como os corrupios, até projetos maiores.

O gabarito é outra ferramenta prática e essencial para agilizar qualquer projeto de encadernação. Feito com alumínio fosco anodizado e preparado por nós com furadeira de bancada, o gabarito tem furos com exatos 5mm de distância e 1,5mm de diâmetro, permitindo a sua utilização precisa em variados projetos, como nossos próprios corrupios, por exemplo.

E para completar o kit, lançamos também um furador especialmente desenvolvido para encaixar em nosso gabarito. A haste do nosso furador, feita em aço, tem 3mm de diâmetro até chegar à ponta, que tem um afinamento gradual, chegando a 1mm de diâmetro e 7mm de comprimento, afinando novamente para proporcionar o furo ideal para o seu projeto.  Além disso, o seu cabo emborrachado permite uma empunhadura firme e não machuca sua mão mesmo após várias furações.

 

A beleza do livro como suporte

Capa do livro Fahrenheit-451

A história do livro é fascinante e a forma como o conhecemos atualmente, o codex, teve seus primeiros volumes criados no final do século I. E com quase 2 mil anos de idade ele parece estar longe do fim, apesar das tecnologias de leitura como o Kindle e suas variantes com e-ink conquistarem mais fãs a cada dia, emulando de forma satisfatória o papel impresso e liberando os leitores do peso de grandes volumes e até bibliotecas inteiras. Assim, a tecnologia do codex começa a se transformar lentamente, passando da única e necessária alternativa à uma opção exótica. Será que um dia os leitores do livro de papel serão considerados tão excêntricos quanto os colecionadores de vinil? Ou será um exagero pensar assim?

Livros de papel são o seu próprio suporte. Um livro de papel não muda durante o passar dos anos. Um livro impresso em papel pólen 90gr colocado na estante e consultado novamente depois de 10 anos continuará sendo um livro impresso em papel pólen 90gr. Por outro lado, quando você abre um e-book após 10 anos, provavelmente estará utilizando um outro dispositivo de leitura, um outro suporte. O anterior estará provavelmente quebrado no fundo de uma gaveta, liberando metais pesados em algum enorme aterro de eletrônicos ou, com sorte, terá sido corretamente reciclado. Em último caso (e poucos exemplares) serão objetos de museus ou colecionadores.

O livro como suporte provavelmente nunca será superado por nenhuma geringonça eletrônica. Mas, talvez ocorra uma mudança de comportamento e o suporte torne-se apenas um adendo, mais que uma necessidade, e o verdadeiro livro seja apenas a ideia que, livre do suporte, navegará através do papel, dos meios eletrônicos e das pessoas, como os livros humanos retratados por Bradbury e Truffaut. Ou talvez isso já ocorra e seria um exagero declarar o fim do codex como suporte, pois as opções se somam, não se anulam.

A fascinante beleza do nascimento dos livros, da impressão à costura e encadernação, pode ser acompanhada nos dois vídeos abaixo. Apesar de separados por décadas, muitas das técnicas registradas no primeiro vídeo ainda são adotadas pela editora britânica Smith-Settle Printers, que aparece no segundo vídeo, preservando assim a tradição manual da encadernação, algo muito valioso para nós da Corrupiola.

Novos modelos de Corrupios

O guardião dos Corrupios

O Guardião dos Corrupios mandou avisar:

“Muitos Corrupios estão fora do estoque no momento, porém novos modelos estão a caminho ou já foram finalizados e estão bem guardados esperando pelo lançamento. Aguardem e miaow, desculpe pelo transtorno!”

Nossa loja ainda tem vários modelos disponíveis, mas se você tem preferência por algum Corrupio fora de estoque, entre em contato conosco e poderemos lhe informar sobre a possibilidade de uma reedição.

A Corrupiola agora mais perto de você

Corrupiola-site-01

A partir de hoje, a Corrupiola está mais perto de você! Todo o nosso site está numa plataforma responsive, assim você poderá acessá-lo facilmente no seu celular ou outro dispositivo móvel.

Responsive web design (RWD) é uma abordagem de web design que visa a elaboração de sites com leitura e navegação optimizadas para uma ampla gama de dispositivos, como smartphones e tablets. Um site criado com tecnologia responsive adapta seu layout para o ambiente de visualização, usando redimensionamentos fluidos e proporcionais, facilitando muito mais a navegação.

Corrupiola-site-01w

Com toda a segurança que sempre lhe oferecemos, agora você confere nossos produtos nos mínimos detalhes, adaptados ao seu sistema. Que tal ampliar para verificar a trama do tecido?

Corrupiola-site-05w

Nossa loja ficou muito mais prática e acessível.

E na hora de finalizar suas compras, se você escolher fazer depósito ou transferência bancária diretamente conosco, ganha 10% de desconto em todos os produtos da loja. Basta selecionar a primeira opção, como ilustrado abaixo.

 

Corrupiola-site-09

Ou, se você optar fazer o pagamento através do PayPal,  pode concorrer a prêmios no valor de 10.000. Veja mais detalhes clicando no banner abaixo. O PayPal é a segunda opção em nossa tela de checkout.

Corrupiola-site-paypal

 

A Corrupiola completa 6 anos!

corrupios-ao-vento..

Agosto é o mês de aniversário da Corrupiola, uma data que marca não só o início da primeira postagem aqui neste blog em 2008, como também o mês no qual refletimos sobre o passado e o futuro deste pequeno empreendimento que nasceu com tanto amor para oferecer.

A felicidade é sempre grande ao olhar para trás e ter a certeza de que nossa história vem de um percurso de conquistas  (e erros também) ano após ano. A aposta em um sonho com desapego material, envolvendo a mudança de estilos de vida e também se agarrando nas belas e pequenas coisas tornaram nossa vida ainda melhor. E nossa história continuará  assim, com voos pequenos, mas seguros, apostando nas experiências contínuas e fazendo do trabalho manual nossa meta e inspiração. Isso significa ir contra uma corrente tecnológica instalada e em desenvolvimento que muitas vezes sufoca o pequeno empreendedor. Mas é bom também saber que neste mundão globalizado ainda existem pessoas sensíveis que curtem um trabalho diferente, onde a mão humana é mais importante do que uma máquina que opera de acordo com a demanda consumista. Excluímos a parte ruim da tecnologia (a produção em massa, a despersonalização…) e abraçamos a facilidade de estabelecer novos contatos através das redes sociais, independente de limites geográficos. Sem essa teia de contatos, clientes, amigos e seguidores, a Corrupiola não existiria, ou pelo menos não teria o alcance que tem hoje em tão pouco tempo de vida.

Este mundo de experiências contínuas envolve também mudar, e desde o ano passado a Corrupiola está em nova fase. Embarcamos em mais um projeto em comum: a pesquisa literária. Estar no ambiente acadêmico, entre estudantes e professores, entre livros e em busca de conhecimento, neste universo de aprendizagem contínua, é extremamente envolvente. A Corrupiola hoje se transfigura também em pesquisas e nossa experiência com os trabalhos manuais é também nosso objeto de estudo, pois a nossa pesquisa acadêmica só tem sentido em conjunto com essas práticas. O equilíbrio, portanto, se faz necessário com uma pitada de teoria e outra de prática. Dentro de um ambiente acadêmico rico em situações catalizadoras, como é a UFSC, nossos objetivos se concretizam através de pesquisas sobre criação, craft, tipografia e outras técnicas manuais de reprodução. É um novo campo de exploração que exige tempo e dedicação tão intensos quanto o trabalho manual que sempre realizamos na Corrupiola. Portanto, um certo recolhimento foi necessário nos últimos tempos, pois o labirinto de nossas novas descobertas e experiências ganha forma em outro suporte: a escrita.

Além disso, uma boa novidade que passamos a oferecer nos últimos meses, foi a produção de nossas próprias ferramentas de produção, que agora podem ser adquiridas em nossa loja e são produzidas com os mesmo cuidado e ideais que sempre buscamos na fabricação de nossos cadernos: peças únicas, montadas uma de cada vez, com toda a atenção para os pequenos detalhes e com o máximo de aproveitamento dos materiais empregado.

Também começamos a oferecer nossos serviços de impressão tipográfica para projetos de terceiros e dessas parcerias nasceram belos projetos, que logo divulgaremos em nosso novo site, que já está em produção e logo será lançado. Um site mais bonito, dinâmico e acessível, com novas ferramentas e possibilidades e é claro: com novos produtos e lançamentos que estamos preparando para os próximos meses.

E nosso abraço é para você, querido seguidor de nossas experiências corrupiolescas, que sempre nos motiva a diversificar nosso pequeno universo manual e intelectual ;-)