Nossa máquina tipográfica

Atualizado em 1/9/2011: comente neste post e participe da nossa nova promoção, sorteio no dia 1º de outubro de 2011! Mas não esqueça de ler direitinho as instruções para realmente participar ;)

letterpress

Há 2 anos que Aleph e eu procurávamos uma máquina tipográfica. Nossa paixão por essa velha-nova tecnologia começou quando vimos a máquina de nosso amigo Cleber Teixeira na editora Noa-Noa. E que bela máquina! Em funcionamento então, uma maravilha! No Brasil, essa tecnologia desapareceu rapidamente porque o aço das máquinas é derretido e vendido à quilo. Os tipos então, já são raridade e vendidos no mesmo esquema, derretidos na sua forma primária.

Em fevereiro encontramos, enfim, a nossa máquina. Ela se encontrava aqui perto, em São José, e estava praticamente abandonada numa pequena gráfica. Suja de tinta e pó, enferrujada, com o motor em curto-circuito, com as peças um pouco detonadas, mas ainda forte e robusta. No carnaval fomos buscá-la (na foto acima: quando ela chegou) e desde então, com a fundamental ajuda do pai do Aleph (seo Adir) estamos recuperando essa máquina muito preciosa.

máquina tipográfica

Após muito limpar (acima: Aleph passando querosene e óleo diesel), ela está quase pronta para imprimir! Veja como ela era antes e como está agora:

antes-e-depois

letterpress

Os rolos foram tirados para trocar a borracha, mas ela já está funcionando. Para escutar a música que ela emite, clique aqui. E em breve teremos produtos impressos por esta belezura!

56 comments

  1. Maravilhosa! Gente, fiquei emocionado. Era um sonho de consumo meu também.
    Sabe a vontade que dá? De ajudar vocês, no que puder. O que quiserem, ilustrações, divulgação, etc., é só pedir. Vcs sabem, eu e a Ro somos fãs sem carteirinha ;)

    besos!
    Guedo

  2. leila disse:

    Rodrigo, imagina o quanto nós estamos felizes com essa lindeza!!
    bora lá!!!!
    beijos :)

  3. Juliana disse:

    Demais, Leila!! Alias, mais que demais!! Fiquei encantada.

    Beijos e boa corrupiola,

    Juliana.

  4. Vitor Hugo disse:

    Bem bacana a máquina! Não sou nada da área, mas me interesso por tipografia e afins! :D

    Não sei se você já viram, o site cool hunting fez um vídeo com a Grafica Fildalga que fica em São Paulo, e usa uma máquina dessas (ou aparecida). Fica a dica! (tudo bem que vi no swiss-miss, heheh)

  5. leila disse:

    Oi Vitor, obrigadíssimo pela dica da Gráfica Fidalga!! Amei conhecê-los!! Espero conhecer pessoalmente em alguma visita a SP.
    abraços, leila

  6. LEONARDO disse:

    QUE LEGAL

  7. leonardo disse:

    parabens por resgatar esta preciosidade, acabei de comprar um prelo panual de 1907 esta vindo por transportadora, pretendo restaura-lo
    abraços

  8. leila disse:

    oi Leonardo! parabéns a você tbem por não deixar um tesouro virar sucata. este prelo deve ser digno de pedestal!! abs, leila

  9. Samandra disse:

    Nossa! Esse é meu sonho de consumo! Vcs sabem onde consigo comprar…?
    Faz tempo que estou desesperada atrás de uma máquina dessa!

    Muito linda mesmo, parabéns por preservarem…

    Vcs são de Santa Catarina?

  10. Aleph disse:

    @Samandra: Sim, somos de SC! Como essas máquinas não são mais fabricadas, você precisa garimpar gráficas antigas ou então na Bresser, em SP, para conseguir uma dessas.

  11. […] fevereiro estamos empenhados no restauro e no funcionamento de nossa primeira máquina tipográfica. Não é tarefa fácil, pois encontrar uma tipografia no Brasil é cada vez mais raro. Mas há em […]

  12. […] vezes chegamos tarde demais… Por isso este momento é mágico. Antes mesmo do post “Nossa máquina tipográfica“, que tanto marcou de forma definitiva o nosso envolvimento com esta técnica de impressão, […]

  13. :D trabalhei em uma gráfica que tinha uma, babava todo dia *-*

  14. Olá!
    O resgate de meios gráficos em desuso para utilizados como meio artístico produz diversos resultados muito interessantes.
    Minha pergunta é quanto aos tipos, aonde encontrá-los, conseguem encontrar famílias inteiras?
    Beijos boa sorte, estou ansioso pelo sorteio.

  15. Estou encantada com a história da máquina. Deve ser mágico ver a impressão acontecendo de uma maneira tão artesanal e artística.

    Parabéns pelo lindo trablaho.

    Estou torcendo, quero muito ganhar

  16. Olá!

    O trabalho de vocês é incrível!! Tenho verdadeira paixão por essa arte! Trabalhei com restauração de documentos algum tempo e deu pra ter um gostinho.
    Eu moro em Palhoça e gostaria muito de poder conhecer vocês! ;)

    Parabéns!!!

  17. Lino Bertrand disse:

    Olá, meu nome é Lino Bertrand e conheci a Corrupiola através de uma amiga, a Gláucia. Ela me deu um corrupio de presente e eu adorei. Passei a ser fã do trabalho de vocês. Parabéns e continuem com seu maravilhoso trabalho.

  18. Olá, o D.A.R. Atelier é o Núcleo de Edificação da Arte e de Artistas e apóia totalmente a ação da Corrupiola. Parabéns!

  19. Elisa disse:

    Eu fico encantada com essas velhas-novas tecnologias.

    Estou ansiosa para ver as belezas que ela irá produzir!

  20. Tiffany disse:

    que sonho! lindo ver o carinho como tratam as máquinas… :)

  21. Julie disse:

    Olha, tô doidinha pra ver as belezurinhas que irão surgir agora…

    Toda a sorte do mundo com a nova aquisição!

  22. Pamela disse:

    linda máquina! na faculdade temos os tipos mas não uma máquina, a gente usa com um tipo de rolo, meio manualmente… seria muito legal trabalhar com uma dessas!
    vem cá, tenho uma dúvida, as famílias de tipos, tem algumas tipo dingbats ou algo assim?
    abs

  23. Tom Marques disse:

    Eu AMO esse tipo de impressão, sempre sonhei em ter uma máquina destas. Onde vocês conseguem achar uma preciosidade dessas e, principalmente, qual é o preço que se paga para comprar e manter?

  24. Julie disse:

    Ah, sim – onde vocês acharam uma raridade dessas? :)

  25. Gabriela disse:

    Que preciosidade!
    Parabéns pelo empenho e pelo trabalho!

  26. Laís Calisto disse:

    Ahá!!!Acheiii!!!

    – – Novamente, parabéns pelo trabalho.

    Abraço.
    Laís.

  27. renata disse:

    quando vocês limparam os tipos… também encontraram baratinhas fossilizadas?

    aconteceu isso quando participei da limpeza do acervo de tipos da editora da ufpe :)

  28. […] Enfim, nossa Heidelberg windmill chegou! Published by Corrupiola at 03/09/2011 in letterpress. 9 Comments var addthis_product = 'wpp-261'; var addthis_config = {"data_track_clickback":true,"ui_language":"pt"};Atualizado em 21/9/11: se você comentou neste post para participar da nossa última promoção, na verdade comentou no post errado. A seguir o link do post correto ;-) http://corrupiola.com.br/letterpress/892/nossa-maquina-tipografica.html […]

  29. Amei tudo isso!
    Faço design Gráfico e acho o máximo tipos móveis o/

    Achei fantástica essa máquinao;

    Abraçoss

    Estephan

  30. Carolina disse:

    Eu já sou cliente e sempre babo nos corrupios com tipografia. Como sou leiga total, como é que são as máquinas tipográficas da atualidade? Qual a diferença no efeito, em relação as antigas?
    Esses dias assisti um filme do Will Smith (acho que era 7 vidas, o nome) e uma das personagens tinha varias máquinas tipográficas antigas. E uma delas não funciona, então o personagem do Will Smith passa a noite consertando a máquina. Lembrei na hora de vcs.

  31. MARIANA disse:

    Sonho de consumo!
    Tanto uma máquina dessas quanto um corrupio <3

  32. Acho essas máquinas incríveis! É pesado usar ou ela é macia?

  33. Nossa quase deixei de participar!

    Ainda bem que deu tempo!! =D

    Acho simplesmente maravilhoso o trabalho de vocês, resgatando algo que é verdadeiramente arte!

    Os desenhos também são tipográficos?

    Abraços,
    Fernanda de Pinho

  34. Ramone Dias disse:

    Conheci o trabalho de vocês através do Twitter e me apaixonei desde o primeiro instante! =)

  35. Sandro Marra disse:

    É incrível como uma máquina tão robusta produz uma arte tão delicada quanto a dos corrupios, parabéns pelo trabalho!

  36. Carol disse:

    O trabalho de vocês é muito bom. Faz tempo que artigos feito à mão deixaram de ser prioridade na vida das pessoas. É tão mais bonito e você dá mais valor aquelas coisas que são feitas por amor. Parabéns!

  37. Uma das maiores satisfações de estudar no SENAI Thebaldo de Nigris é estar “dentro” da Oficina Tipográfica, é sensacional este tipo de impressão, cada impressão especial e diferente das outras. Tinta tipos, máquinas:é pura história, adoro!

  38. O trabalho de vcs é incrível: a delicadeza dos corrupios, dá até dó de usar!

    Mas encontrei um uso acho q está a altura: são meus diários de viagens. Sempre sento em algum lugar com uma paisagem bem bonita e escrevo neles o q sinto, as cores q estou vendo, as aventuras daquele momento… Faço até letra bonita, para não estragar o trabalho de vcs, hehehe

    A tipografia numa máquina dessas deve ser muito curiosa! Não tenho ainda corrupios tipográficos, vai q agora ganho um ;)

    Parabéns!

  39. Mariana Nunes disse:

    eu só consigo pensar em perguntar se dá vontade de brincar muito o tempo todo com essa máquina? porque acho que eu iria querer brincar nela o dia inteiro! :)

  40. Arthur disse:

    Tô copiando meu comment aqui, então =)

    Cara, isso vai ficar muito massa!

    Olha a cara de feliz do Aleph com o pimpolho novo!

    As fotos ficaram bem bacanas. Mal posso esperar pra ver o que vai surgir daí.

    Abraço!

  41. Domênica disse:

    Coisa linda essa máquina, o sonho de consumo de todo apaixonado por tipografia. <3

  42. Ana disse:

    Sou louca por Letterpress, que máximo que vocês conseguiram a máquina! Parabéns!!! E resgataram mesmo, ela se transformou!

  43. Gente, o trabalho de vocês é incrível! Nunca ganho nada em promoções deste tipo, mas vamos lá… Let´s try again… Coisa incrível achar essa máquina… Ela foi fabricada aqui no Brasil?

    Bjs a todos!

  44. Roberta Lemes disse:

    Linda iniciativa da Corrupiola. Parabéns! Coisinhas especiais saem dessa máquina. *.*

  45. Luiza Rozza disse:

    Gostei especialmente dos sons que a máquina faz quando tá funcionando! O trabalho de vocês é incrível, parabéns :)
    Você vão batizar a máquina? Tem que dar um nome pra ela!
    Quantas impressões ela consegue fazer ao mesmo tempo?

  46. Como uma máquina tãããõ grande é capaz de fazer coisas tão fofas e singelas como a de vocês? Que lindo! (:

    A pergunta é: porque vocês queriam logo essa máquina (nova/antiga)? Faz parte da “cara” da corrupiola? Essa coisa mais artesanal? Aliás, fica lindo!! Mas e a durabilidade da impressão? Supera as novas tecnologias? (: Beijocas!

  47. Elô disse:

    Muito interessante essa máquina!
    E o sonho de vcs realizado!
    Parabéns!!!

  48. bárbara disse:

    Tipografia <3 Adorei o post!

  49. Arianne disse:

    Quanto tempo demora uma impressão feita com ela???

  50. Arethusa disse:

    Cara, nunca tinha ouvido falar dessa máquina (leiga nos assustos de gráfica). aliás, bem que vocês poderiam fazer um post mostrando passo a passo das criações dos corrupios =]

  51. Julio [dx] disse:

    Nossa, coisa linda demais essa máquina! Existe alguma mais simples que dê pra manter em um apartamento? Queria brincar mais com tipografia mas só tenho um pequeno apê!

    Parabéns, ótimo conteúdo como sempre!

  52. Oin! Estou apaixonada por essa máquina tb!
    Sou jornalista e desde a faculdade tenho um grande fascínio por essas belezuras que marcaram nossa história :) Entendo o porquê de vcs correrem atrás de uma só pra Corrupiola, merecia mesmo! Mas, como foi o processo de restauração da preciosa? Contem pra gente! Beijoca ;*

  53. Liz GHA disse:

    Que diferença ver trabalhos assim tão lindos em um mundo digital…

    Dá um suspiro pro coração… <3

    Parabéns!!!

    Adoraria ter uma dessas, acho lindo…

  54. O trabalho de vocês é mesmo incrível! Sou fã.
    Acho que o resgate do antigo, dessa gigante máquina tipográfica, acaba imprimindo carinho e singularidade em tudo que é feito.

  55. márcia dias disse:

    velhas-novas tecnologias <3

  56. Nathalie disse:

    Ouvi falar de tipografia pela primeira vez na faculdade.. na disciplina de Projeto Gráfico. Achei surreal a forma como faziam as impressões antigamente. Ter uma máquina dessas é realmente uma preciosidade.
    O tipógrafo tem diferentes fontes ou é só um tipo de letra?
    E a tinta usada, qual é?

    Meu reino pela oportunidade de ver uma belezinha dessas funcionando. :)

  57. Meu tio tinha uma pequena gráfica em Caçapava do Sul (RS), nas poucas vezes que estive por lá, a visão das letrinhas ao contrário, meu tio montando a “chapa” no espelho, o cheiro o som…

    Recentemente descobri que a máquinas só produz rifas e ingressos de baile (quando tem trabalho), a vantagem é que não está com rolo parado. tenho pensando em montar uma gráfica atersanal para imprimir livros substrutivos com capa de tecido, com inspirações nos crafts corrupiola, pq não? hehehe.

    enfim, obrigado pela lembrança e inspiração. Tomara que meu tio aceite imprimir conteúdo libertário.

    abraços!

  58. Sandro Comerlato disse:

    Trabalhei muitos anos em uma Tipografia. Comecei na papelaria cortado papel em uma guilhotina semi-aitomática, depois intercalando e fazendo blocos, fui para fazer as chapas, e por ultimo impressor em uma Guarani F4. Que saudades . . . pois é uma arte. Mas meu sonho ainda é trabalhar numa Tipografia, quem souber de uma vaga ou mesmo alguém que queira arrendar ou algo parecido, estou decicido a encarar. Moro em Bituruna, no Paraná.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>