Quando as ideias são azuis

Recebemos um presente da cliente e amiga Martina Viegas e queremos compartilhá-lo com vocês. É uma linda ilustração acompanhada da mensagem abaixo:

presente-para-amigos-Corrupiola

Queridos Leila e Aleph,

Desde que conheci o trabalho lindo de vocês, quis oferecer um presente. Queria ter feito uma ilustração em um corrupio, mas vocês acreditam que dos 5 que comprei, todos amaram e dei todos de presente? Pois é! Desta encomenda, um vou esconder. Ora bolas… Todos adoram este caderninho mimoso. Impressionante.

A Marina Colasanti escreveu e ilustrou o livro que mais marcou a minha vida. Uma ideia toda azul. O conto, que deu nome ao livro, é sobre um rei que um dia teve uma ideia linda, toda azul. Com medo de que roubassem sua ideia, ele a escondeu em um quarto do sono no castelo, trancou a porta e guardou a chave em grossa corrente de ouro em volta do pescoço. Quando estava mais velho e deixou o trono, foi correndo abrir a porta para rever sua ideia. Mas o rei de agora não era o rei menino, apaixonado e cheio de sonhos. Ele cresceu, ele viveu uma vida que não queria viver, e agora, o rei ancião não via mais tanta graça na ideia azul, linda ideia menina que estava para sempre o esperando. Não queria mais brincar com ela, nem correr pelos jardins. Então ele chorou as duas últimas lágrimas, que havia guardado para a maior tristeza… e trancou a porta para sempre.

Para nós, designers e criativos, é muito mais do que um simples e bonito conto. É um conselho e um aviso. O tempo não perdoa, não espera. A vida que vivemos hoje é única e preciosa. Por isso, devemos fazer tudo o que sonhamos, realizar nossas metas, nos dedicar ao que amamos. Despertando assim, todas as lindas ideias azuis que estão trancadas nas nossas salas do sono.

Espero que gostem! Fiz de coração. Martina Viegas, 1º de outubro de 2009.

Adoramos, Martina, obrigado pelo carinho e desejamos que sua mensagem viaje pelo pensamento de todos os que tem ideias azuis, para que elas sempre fiquem livres e realizem muitos sonhos.